Guarulhos: Bairro a Bairro

Estudo sobre a história dos bairros de Guarulhos.

Casa Saraceni demolida na madrugada

Marco do pioneirismo industrial em Guarulhos

Por volta da 1H da madrugada da última quinta-feira, o prédio foi demolido. Um dos marco da primeira industrialização do município foi derrubado pela vontade dos proprietários da Shopping Internacional.

História da Casa

No final do século XIX,  José Saraceni imigra da Itália junto como muitos outros conterrâneos, o destino escolhido por Saraceni: o Brasil.

 Saraceni se instala em São Paulo, um de seus primeiros trabalhos consistia na fabricação de artigos de couro, consta que sua primeira fabriqueta se  localizava na Avenida Tiradentes, em São Paulo, ao lado do batalhão Tobias de Aguiar.

Em fins da década de 1910, Saraceni adquiri da Família Ferreira Endres, uma chácara à beira do caminho entre a Penha e Guarulhos e a bela casa em estilo art nouveau. Inicia a construção da casa com pretensão de a família transferir  suas atividades para esse belo local. Instala-se então uma das primeiras famílias fábricas de Guarulhos.

Saraceni instala a fábrica de polainas, sandálias e artigos de couro, que se constituiu como pioneira no Município. Inicialmente funcionando no porão, passaria a um prédio próprio dentro da própria chácara, ao longo tempo constroem-se novas edificações, casas de operários e até mesmo uma escola para os filhos dos trabalhadores da fábrica.

As vilas operárias baseavam-se em uma proposta de integração da organização à sociedade e que resultou em estreitamento das relações sociais estabelecidos no início do processo de industrialização do Brasil – final do século XIX e princípio do século XX – ocorreu através da criação das Vilas Operárias, aglomerados urbanos que se compunham basicamente das famílias dos operários e que se situavam no entorno das empresas (SILVA, 2004).

“… tendo ao lado, a vila de onze casas modestas, mas confortáveis, que construiu para residência dos operários e suas famílias, sem cobrança de aluguel, com fornecimento gratuito de luz, água, leite, frutas e verduras. Construiu, inclusive, uma escolinha com duas classes, posteriormente entregues ao Município  (…)”.

A Chácara Saraceni foi vendida em 1973 à Olivetti e parte das casas dos operários foram demolidas, desse período, permanecendo no local a residência e um grande quintal da Família Saraceni, , sabiamente preservada por essa instituição particular. Demandas históricas, sociais, culturais e arquitetônicas influenciam o tombamento pelo Município, através doa lei orgânica no seu inciso XI do seu artigo 28 e promulgado em 05 de abril de 1990.  

Em 2000 após uma tentativa de demolição por parte de seus novos proprietários (o grupo Internacional), o poder público municipal através do Decreto 21.143/00, ratifica o tombamento.

Decreto 21.143/00, após uma tentativa de demolição por parte de seus novos proprietários.

About these ads

novembro 5, 2010 - Publicado por | Uncategorized | , ,

14 Comentários »

  1. Infelizmente, o valor monetário que é pago ao shopping pelo uso do estacionamento nos dias de grande movimento (feriados, compras natalinas), superam qualquer tipo de VALOR HISTÓRICO que possa existir num imóvel antigo. Pego minha condução todos os dias no ponto do Shopping, e fiquei triste ao ver uma escavadeira no meio dos escombros, do que foi um dia a “Casa Saraceni”, uma pena….No ano passado nesta mesma época ela estava toda enfeitada com a decoração do Natal. Este ano será somente um vazio..um buraco,,nada…

    Comentário por Francisco Alvew | novembro 5, 2010 | Responder

  2. Entraram para história as pessoas que participaram desse processo de “destombamento”. A materialidade da memória ficou em ruínas, mas a memória e história não se destroi. No ano que Guarulhos comemora os seus “450 anos” esse é o presente que ganhamos… quero lamentar.

    Comentário por Elmi Omar | novembro 6, 2010 | Responder

  3. PARABÉNS GUARULHOS PELOS 450 ANOS!!!!!!!!!!!

    PARABÉNS VEREADORES, PREFEITO ALMEIDA E TODOS OS OUTROS CORRUPTOS…

    O QUE MAIS VÃO DEMOLIR NESSA CIDADE FEIA E POLUÍDA DE CARTAZES MEDÍOCRES DA PREFEITURA?

    Comentário por Marcelle | novembro 8, 2010 | Responder

  4. Infelizmente os destruidores de plantão,agem na madrugada.Os responsaveis pelo vandalismo tem um nome:GANANCIA.Cuidado a próxima vitima pade ser a sua casa o asilo, a escola que o seu filho estuda.Vou anunciar na Midia: “Conheça Guarulhos antes que ele desapareça”

    Comentário por Anna Maria Teixeira Carneiro | novembro 8, 2010 | Responder

  5. O conselho de Patrimônio Histórico da cidade é composto por babacas!
    É UMA FRAUDE !

    Estamos entregues.Há fogo no paiol.Os caras manipularam os votos para acertar a derrubada… …e em meio a madrugada o “serviço” foi feito.Triste.
    Hélio Arantes? Quem é esse senhor? E esse “Celestino”? O cara é uma piada!

    O Conselho não conseguiu barrar a fome do “tubarão”…
    Cidade provinciana… (e ainda não querem que se diga isso)

    Comentário por Armando Lero | novembro 8, 2010 | Responder

  6. Conheça os vereadores “TRAÍRAS”, “MARCENEIROS” que votaram a favor do Projeto, para demolição do casarão.

    E são eles:

    Alan Neto -PSC

    Eduardo Carneiro – PSL

    José Mario – PTN

    Ricardo Rui – PPS

    Vitor da Farmacia – PSDC

    Americano – PHS

    Eduardo Kamei – PSDB

    Eduardo Soltur – PV

    Eraldo Souza – PSB

    Geraldo Celestino – PSDB

    Gileno – PSL

    Gina Passos – PSDB

    Gutti – PMDB

    Helena Sena – PSC

    Indio de Cumbica – DEM

    Lamé – PT do B

    Novinho Brasil – PTN

    Otavia – PRP

    Paulo Roberto – PP

    Paulo Sergio – PV

    Romildo Santos – PSDB

    Silvana Mesquita – PV

    Toninho Magalhães -PTC

    Unaldo – PSB

    Wagner Freitas – PR

    Zuquila – PR

    Só lembrando ao povo de Guarulhos que muitos dos vereadores acima, também votaram contra o projeto do BILHETE ÚNICO, e se não fosse a luta deste colunista, os mesmos também teriam votado contra na segunda vez que o Bilhete ÚNICO, VOLTOU a Câmara Municipal. Só que desta vez “EU” estava e continuo doente e não pude agitar e pressionar o povo contra os Traíras do povo de Guarulhos.

    Pena, muita pena destes caras de pau, por isto MARCENEIROS…

    FAÇA ESTE POLÍTICOS IREM TRABALHAR, NÃO VOTE NUNCA MAIS NELES… ok

    Comentário por Arnaldo Murdhock | novembro 8, 2010 | Responder

  7. Lamentável! Se tratando de um país capitalista que não valoriza sua própria cultura, onde empresários e políticos só pensam no bem comum, isso cedo ou tarde iria acontecer. Todavia é uma pena, a casa Saraceni tinha seu charme.

    Comentário por Deia Lorenn | janeiro 31, 2011 | Responder

  8. Incrivel, vocês poderiam me recomendar livros que fale mais sobre a Familia Saraceni ou sobre o casarão ?? Abraço a todos

    Comentário por Mauricio | abril 25, 2011 | Responder

  9. Estive ontem à noite, dia 26 de maio de 2011, no Shopping Internacional em Guarulhos com meus filhos, ao sair do Shopping, sempre fiz questão de passar em direção do Casarão, que conta um pouco do passado de nossa História, onde dizia que ao chegar ao Brasil, vindo da Itália, o bisavô deles Sr. Antonio Saraceni, chegou a morar no Casarão por algum tempo, ate se estabelecer no Bairro da Penha – São Paulo, como Sapateiro, sempre com força de vontade de crescer e fazer um Brasil Próspero.
    Confuso não encontrava o Casarão, cheguei dar duas voltas pelo estacionamento e nada de encontrar, achei ate que haviam feito uma nova rua, que desviava da Casa, por isso não encontrava.
    Chegando a minha residência, ao acessar a Internet, fiquei Pasmo em saber que a Casa tinha sido demolida, inacreditável. Surpreendente foi a Angustia e Indignação de meu filho Thiago, que não compreendia, o motivo de tal destruição.
    Tenho a dizer que: em se tratando de Brasil, infelizmente a poder do dinheiro sucumbe qualquer forma de valorizar a História, que é de todos nós!!! Tanto pela Ganância Cega de um Mortal o Sr. Antonio Veronezi, pelo político que se diz representante da vontade popular???, vereador Geraldo Celestino (PSDB), pela total incoerência de um Conselheiro do Patrimônio Histórico Sr. Carlos Augusto Mattei Faggin e de tantos outros que contribuíram para tal demolição.
    Acredito veemente que, para Imagem do Shopping Internacional seria fazer daquele imóvel um Centro Cultural da Historia de Guarulhos, sendo ate muito mais rentável que uma dúzia de vagas de estacionamento a mais.
    Digo que não tenho mais a menor vontade de ir ao Shopping do Sr. Antonio Veronezi, nem irei mais. Ao vereador Geraldo Celestino, peço para quem vota em Guarulhos, que fique atento de dar seu voto, para quem realmente tem a vontade de governar a sua cidade de forma engajada nos interesses da população, difícil encontrar…. E meu pesar ao Nobre Professor Carlos Augusto Mattei Faggin, que teve sua imagem arranhada e denegrida, por infeliz determinação.
    Já dizia Caetano Veloso “Da força da grana que ergue e destrói coisas belas” infelizmente no Brasil é uma realidade, pretensão de quem um dia quer ser um pais de primeiro mundo…

    Comentário por Gerson Saraceni | maio 27, 2011 | Responder

    • Lamentável. Quando descobri isso já com sessenta anos de idade, sem quase interesse em mais nada, cheguei a conclusão que é isso que quero fazer, ir através da internet atrás das coisas antigas prá ver e filiar-me a alguma instituição ppprá que seja evitado esse tipo de coisa. Sempre fui considerada pela minha família, como uma amante dos tijólos, nã entendia e achava graça, agora vejo o pq adora história minha e de todos os povos e vou tentar daqui prá frente caminhar somente nesta direção ao menos transmitindo conhecimento aos leigos. Obrigada. E-mail marilene.massaroto@hotmail.com

      Comentário por Marilene Cardoso Massaroto | outubro 21, 2012 | Responder

      • Marilene, você conhece a AAPAH? Você é de Guarulhos? ABS

        Comentário por bairroabairro | outubro 21, 2012

  10. que chato demolir a fabrica

    Comentário por lisa santos | outubro 17, 2011 | Responder

  11. Antes de mais nada já sei os nomes dos mercenários,muito obrigada.Conversando com meu filho ele me contou que um de seus professores estava comentando a respeito do casarão e nossa não sei o que falar.Quando criança morei em um desses casarões me recordo dos bons tempos que passei lá.Era enorme o casarão ele ficava de esquina meu pai fazia plantação de legumes,verduras,tinha pés de frutas ,me recordo com muito carinho da minha infância com meus pais e meus irmãos que infelizmente os perdi muito nova e tenho hoje apenas um irmão que não tenho contato com ele.E todas as vezes que eu passava em frente ao casarão recordava dos momentos felizes que passei.E agora nem isso eu tenho mais o ilustres deputados deram a ordem para demoli-lo que inclusive a ordem foi de madrugada para ninguém ver.Acho um absurdo isso,eles devem copiar o exemplo que foi o sr. Guiseppe saraceni um exemplo de HOMEM e não de pessoas que só pensam em seus umbigos.

    Comentário por Ester Alves Pereira | abril 26, 2013 | Responder

  12. Estou triste muito triste mas agora já foi o que me impressiona é a falta de respeito com a população Guarulhense .Quero que algum deles me venha pedir voto,para ver o que eles vão escutar.

    Comentário por Ester Alves Pereira | abril 26, 2013 | Responder


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

%d blogueiros gostam disto: